Pesquisa de Logradouros


Avenida Nove de Julho
Distrito: Jardim Paulista

A denominação da Avenida Nove de Julho é uma homenagem à Revolução Constitucionalista de 1932. No dia nove de julho de 1932, ocorreu o estopim do conflito entre as forças paulistas e o governo provisório de Getúlio Vargas, o qual havia imposto normas consideradas anti- democráticas que diminuíram a participação política de diversos estados por meio, por exemplo, da anulação da Constituição Federal de 1892 e da deposição de diversos governadores estaduais. O movimento paulista pela reivindicação do poder contou com diferentes segmentos da sociedade que auxiliaram na organização e confronto armado que se desenvolveu. A construção da Avenida Nove de Julho data da década de 1920 na gestão do prefeito Pires do Rio que pretendia que esta corresse no meio de um parque desde o vale do Anhangabaú até a Avenida Paulista. Entretanto, as obras não foram iniciadas durante esta gestão sendo assim, iniciadas e prosseguidas pelos prefeitos Fábio Prado e Prestes Maia. Em 1941, ocorreu a oficialização da Avenida mantendo-se a homenagem ao evento paulista. Atualmente, a avenida funciona como ligação dos bairros da zona sul ao centro da cidade seguindo pelo vale do Saracura Grande.
O internauta Luiz Henrique Pereira Silva Ramos colaborou com as seguintes informações adicionais: A avenida Nove de Julho é uma via arterial da cidade de São Paulo. O logradouro constitui elemento de destaque no sistema viário principal da cidade pelo seu papel de eixo radial de ligação entre o centro da cidade, a região Sudoeste, a região da avenida Paulista e a Marginal Pinheiros, assim como com outras vias arteriais no município. Caracteriza-se ainda, especialmente no trecho que se localiza no centro, como uma avenida de fundo de vale. A avenida faz parte do trecho da rede viária da cidade que surgiu a partir do ordenamento sugerido pelo Plano de Avenidas do prefeito Prestes Maia.
www.cpdoc.fgv.br
ROSA, Silvia Costa. 1001 Ruas de São Paulo: guia sobre a história dos homenageados nas placas da cidade. São Paulo, Panda books, 2003.

 

Mais Informações

Nomes Anteriores:
Rua Anhangabaú, Rua Russia (trecho), Rua Chile (trecho), Rua Salvador Pires, Rua do Corrego - Proc. 148.917/78
Prefeitura Regional:
Pinheiros (SPPI)
Descrição Técnica:
Começa no entroncamento da Rua Formosa com o Parque Anhangabaú (Distrito República) e termina na entrada do Túnel Max Feffer, no entroncamento com a Avenida Cidade Jardim (Itaim-Bibi).
CADLOG:
14.804-0
Oficialização:

ATO nº: 887 de 08/07/1935

Ato nº 887, de 8 de julho de 1935 - oficializa com a grafia "9 de julho".
Ato 1.341, de 22 de janeiro de 1938 - estende a denominação ao seu prolongamento.
Decreto-Lei 75, de 11 de fevereiro de 1941 - ratifica a denominação.
O Decreto 15.635, de 17 de janeiro de 1979 que institui a lista de denominações oficiais do município confirmou esta denominação com atualização da grafia.



Mapa de localização

A exibição da localização através do GoogleMaps é feita pela consulta do endereço e eventualmente pode não corresponder ao endereço oficial do logradouro. Para visualizar a localização precisa do logradouro, você pode consultar o Mapa Digital da Cidade de São Paulo (GeoSampa), que é o mapa oficial da Cidade.

Comentários

Envie seu comentário ou outras observações sobre a história deste logradouro através do formulário abaixo. Suas informações serão analisadas e se forem relevantes serão compartilhadas aqui, para complementar a história deste logradouro.

Nenhum comentário ainda para este Logradouro. Comente.

Contato


Envie seu comentário sobre um Logradouro, dúvidas, sugestões ou outras informações que considerar necessárias, através dos canais abaixo.

(11) 3396-6066 / 3396-6072

Praça Coronel Fernando Prestes, 152, Luz, São Paulo, SP